AMOR IMPOSSÍVEL (leni)

Se um dia, eu sorrindo passar por você
fingindo alegria nesse olhar amante,
não me olhe…procure esconder de meus olhos
o amor que o destino me negou…no entanto,
de minh’alma não sai…e assim, vacilante,
eu procuro abafar esse sonho num pranto.

Não procure jamais entender se te amo
pois nunca saberás se te quero, ou engano.
Tentarei esquecer, ou fingir que esqueci,
abafando em minh’alma esse amor despertado,
que por ser impossível, terá que morrer,
pois não tinha o direito de tê-lo criado.

Eu quisera poder te amar loucamente
e que o mundo, esse amor só a mim entregasse
e em tu’alma, minh’alma enlaçada ficasse
sem mais nada temer…mas, loucura…não posso
e por isso, eu procuro fingir que esqueci
esse amor, pelo qual, sem alento e esperança,
numa febre de amor, em delírio tão louco,
nessa noite passada morri mais um pouco…!

———-o0o———-

Anúncios