DESABAFO (leni)

Ontem, chorei…
chorei de solidão, chorei de ingratidão,
chorei de rejeição,
chorei até a exaustão…

Chorei de incredulidade, diante da realidade.
Chorei por tudo e por todos.
Chorei por todas as mães
e por toda a humanidade…
chorei por necessidade…

Chorei também de saudade,
pelo que nem cheguei ter!
Chorei pelo que já tive
e deixei pelos caminhos…
pela falta do meu ninho…

Pela falta de atitude,
pela falta de coragem e também de ousadia
pra recomeçar a vida…
Agora, sou dividida!
Meio ontem, meio agora,
meio noite, meio dia.

Não sei mais como ir embora
e retomar meu caminho.
A noite já se aproxima
e o dia está indo embora,
levando consigo, tudo que consegui vida afora.

Quantas coisas desprezei…
tantas outras, nem tentei !
Por isso tudo, lamento,
por isso tudo, padeço,
por isso, ontem chorei…

———-o0o———-

Anúncios

DESPEDIDA (Leni)

O teu rastro ficou marcado em meu caminho.
Em minha vida, um sofrimento eterno,
de uma ilusão que se desfez em pranto.
Ave estranha, que invadiu meu ninho.

Um ribombar insiste agora em meus ouvidos
de melodia inacabada e triste
tocando ao longe, num cortejo estranho.
Gritos sem volta…soluços contidos…

Quero sonhar a noite – quem me dera –
Espero o dia, que se foi há pouco.
Que me desculpe o mundo, ou quem me chama.
Quero partir, pois ninguém mais me espera