EU DISSE ADEUS…!! ( Leni )

Nem sei como consegui…
Nem eu acreditei quando escutei meus lábios
te dizendo…adeus !
Ensaiei tantas vezes…mas faltou coragem
de romper com esse amor que só em mim ardia
e a dor humilhante dessa rejeição que só me consumia.
Me faltava coragem pra te deixar partir…!
Desmoronaram meus sonhos, morreu minha esperança
ao me despedir de tudo que tanto sonhei!
mas definitiva e corajosamente, eu disse…adeus!
E ví virar o jogo…
Agora era você que me pedia colo
pra enfrentar a dor que alí te consumia.
Na imaginação, preparei tantas vezes esse triste encontro.
Só contei para meus lábios
o que eles precisavam dizer, assim que te encontrassem.
Não disse nada aos meus olhos
porque se soubessem antes, me trairiam…chorando…
quando estivéssemos frente a frente.
Fui resoluta e forte ao teu encontro
e assim que te ví, meus lábios corajosos e trêmulos,
disseram a palavra que você não esperava.
Meus olhos, sem esperar por isso, choravam
minhas pernas, a quem nada dissera,
tremiam, sem acreditar no que presenciavam.
Só eu e meus lábios enfrentamos teu olhar incrédulo
e sem saber o que dizer, teus olhos, solidários aos meus
também choravam…
Convencí minhas pernas a me levarem de volta
e pedí para meus olhos não olharem para trás
e fomos…caminhando firmes,
até nos perdermos na penumbra da noite.
E nunca mais ficamos frente a frente.
Foi difícil caminhar sozinha, sem você presente
mas foi melhor assim…trilhar sozinha a estrada,
do que sofrer a dor de mendigar amor
e não sentir-se amada…
———-o0o———–

TUA PARTIDA ( Leni )

Em teus olhos de sonho, mergulhei sorrindo
em teus lábios frementes, suspirei de amores
e deixei em tu’alma, minh’alma enlaçada
a sonhar com aromas de festas e flores.

Entreguei minha vida, coração e sonhos
esperando encontrar em tua vida, paz…
uma canção qualquer, uma ilusão a mais
para embalar meus dias calados…tristonhos.

E sem nada encontrar, caminhei só…perdida
já não crendo em você, em mim mesma, na vida
e no amor que eu pensei ser só meu…e agora,
soluçando, ao ouvir a minh’alma que chora,
te procuro ao redor, mas não encontro nada !

E sem você, sem sonho, esperança e crença,
eu prossigo, clamando por tua presença
que um dia, em sonho, pensei existir.
Mas, ao invés de amor, só fantasia existe
e envolta nas nuvens de meus olhos tristes,
compreendo afinal, que é adeus…é saudade…
desesperadamente, entendo que partiste.