AMOR DE MÃE (leni)

O dia inda nem chegou…e o sol, tímido e escondido,
acompanha comovido, a caminhada diária
dessa mãe, que segue em frente, com seus filhos
pra batalha…da vida, do dia a dia.

Frio, calor vento ou chuva, e ela segue, guerreira
semeando a semente que a terra em breve dará.
Plantando frutas, legumes e tudo o que a terra aceita
pra depois, recompensada, se preparar pra colheita.

Semeia amor, muito sonho, esperança e confiança
no coração de seus filhos…
prepara a terra, ara o solo, e os filhos sempre por perto…
um, pequenino, no colo, os outros, passos incertos
caminham…seguindo o rastro dessa mulher destemida,
que com força, enfrenta a vida.

No calor, ela os protege do sol…da grande jornada;
No frio, aquece e prepara seus filhotes pra batalha.
E assim, com sol, frio ou chuva, segue em frente a brava Amália
mulher firme e corajosa, guerreira, em dias de paz, vitoriosa e capaz
de entregar a própria vida, pelo bem de seus amores.

O coração, transbordando de amor, de sonho e poesia,
segue sempre a doce Amália, que não fugiu da batalha!
Ao lado de seu amor, segue a vida docemente,
em busca de tantos sonhos, que planejou, vida afora…
uns, conquistou no caminho…
outros, ficaram esquecidos no coração da Amália, que não fugiu da batalha!

Mas o que ela mais queria e por isso lutou tanto…
era criar os seus filhos valentes,
como ela sonhou um dia
e chegar realizada, feliz e vitoriosa,
rodeada de carinho dos filhos que protegeu, amou e entregou pra vida
e hoje, adultos, seguiram os passos retos e firmes
dessa mulher valorosa, lutadora e destemida.

Esta é a tua história.
Esta é a tua vida.
Esse é o exemplo que fica de mãe…mulher…companheira.
Por isso, todos rendemos esta homenagem sincera
pra você, mulher guerreira…mãe de fibra e de coragem
que abriu difíceis caminhos pra lutar por suas crias.

Agora, aqui, compensada, voce sabe que chegou…
terminou a longa estrada.
Teus filhos estão mais fortes, vencedores e felizes
venceu tantos desafios…ultrapassou as barreiras,
levou uma vida inteira pra chegar onde chegou.

Chorou, sorriu e…sonhou!
e esperou pela colheita de tudo que semeou…
uva, algodão, frutas, sonhos, amor e muita esperança!
De tudo você colheu e hoje, realizada, você sabe que venceu!
No coração, levou sonhos, nos braços, o filho risonho,
na cabeça, feixes de lenha.

Os outros filhos, seguiam a longa e difícil estrada
da mãe, que tão conformada, cuidou de toda ninhada
do marido, e dos dez filhos que chegaram
e se abrigaram nas asas dessa guerreira.

Ultrapassou as barreiras…
levou uma vida inteira, pra chegar onde chegou.
Mas chegou fortalecida, no ponto alto da vida.
Comemore tua chegada…ela é justa e merecida…
comemore, sábia Amália!!
pois na guerra dos teus sonhos, você venceu a batalha !!

———-o0o———-

Anúncios

MÃE…24 horas… (leni)

Quem é essa mulher ?

sorriso largo, coração aberto…

lágrimas sempre a postos, pra cair por quem precisa…

Chorando por quem está longe, sorrindo pra quem está perto

Mãe leoa…mãe guerreira

avó, cobrindo com as asas, a ninhada de suas crias,

aquecendo as noites frias…pisando, as vezes, em brasas.

Quem é essa mulher ?

que enfrenta o mundo e as dores, de peito aberto…valente…

sangrando por seus amores.

Quem é essa mulher ?

que no frio, agasalha…no calor, é brisa fresca…

na luta, enfrenta a batalha, aliviando a peleja…

amenizando a fornalha…

Como mulher…solitária…

como mãe e avó…solidária…

como irmã, cunhada e sogra, é a que pedimos à Deus.

É dessa mulher que eu falo

é essa mãe, que apresento,

amor, que inala no vento,

doação em qualquer tempo !

Mãe…por 24 horas…

70 anos…só mãe…

mãe de todos…filhos…netos…

sobrinhos, genros e noras.

Em sí mesma, pensa pouco, mas, de nós, nunca se esquece !

joelhos sempre dobrados,

enviando à Deus sua prece.

Mulher…valorosa e amiga, escudo em nossa defesa,

socorrendo aqui e alí.

É dela, que estou falando…

com ela, muito aprendí

o seu nome é “FORTALEZA’

seu apelido…”LACY”

———-o0o———-

MINHA PRECE (Leni)

Apenas por hoje vou esquecer que existes…
pois preciso fazer meu poema com calma.
Apenas por hoje quero ficar calada,
para ouvir o desabafo do meu melhor amigo
e permitir que ele fale e lhe mostrar que eu ouço.
Apenas por hoje quero sorrir bastante
e levar alegria a quem dela precisa
e a tanto tempo procura, sem que eu queira ajudá-lo.
Apenas por hoje quero olhar bem o mundo
e ver o quanto é lindo o manto da noite, descendo calado…
e encantada, quero assistir a flor desabrochando…
Apenas por hoje, quero ser bem feliz
e transmitir a todos que ao meu lado caminham,
a imensa alegria que em mim nunca se viu.
Apenas por hoje quero cumprimentar as estrelas
e agradecer a luz que deram ao meu caminho,
sem que eu nunca sequer, as tivesse percebido.
Apenas por hoje, quero socorrer alguem
e penetrar na alma do meu amigo tão próximo,
e compreender, sem esforço, o que ele precisa dizer.
Ao menos por hoje, quero fazer o bem
a alguém que se arraste em qualquer uma estrada,
que meu ego egoista jamais me levou.
Apenas por hoje vou pensar em viver
e socorrer meu próximo que de mim precisa,
pois sou útil à su’alma extremamente aflita !
E antes que esse hoje termine…e amanheça,
eu quero te pedir que de mim te apiades
e que apenas por hoje, permitas que eu adormeça…

———-o0o———-

VIDA VAZIA (leni)

Foi loucura buscar esse amor de amarguras
foi loucura buscar-te e sonhar com teus beijos
pois sabia que a vida não tinha beleza
e o mundo era mau, mentiroso e perverso…

Foi loucura pensar que eras meu…que era tua…
e querer incessante, ficar ao teu lado
pois sabia que a vida não tinha beleza
e meu mundo há muito, já estava acabado…

Foi loucura sorrir e sonhar acordada,
procurando nos sonhos alento pra vida
e querer encontrar a alegria almejada
pra uma vida sem paz…uma vida perdida.

É loucura esse mundo, loucura essa vida,
é loucura amar…e o impossível querer
mas no mundo, sozinha, caminhando perdida,
a maior das loucuras, é querer viver…

———-o0o———-

AMOR IMPOSSÍVEL (leni)

Se um dia, eu sorrindo passar por você
fingindo alegria nesse olhar amante,
não me olhe…procure esconder de meus olhos
o amor que o destino me negou…no entanto,
de minh’alma não sai…e assim, vacilante,
eu procuro abafar esse sonho num pranto.

Não procure jamais entender se te amo
pois nunca saberás se te quero, ou engano.
Tentarei esquecer, ou fingir que esqueci,
abafando em minh’alma esse amor despertado,
que por ser impossível, terá que morrer,
pois não tinha o direito de tê-lo criado.

Eu quisera poder te amar loucamente
e que o mundo, esse amor só a mim entregasse
e em tu’alma, minh’alma enlaçada ficasse
sem mais nada temer…mas, loucura…não posso
e por isso, eu procuro fingir que esqueci
esse amor, pelo qual, sem alento e esperança,
numa febre de amor, em delírio tão louco,
nessa noite passada morri mais um pouco…!

———-o0o———-

SONHE… (leni)

Não deixe teu sonho morrer…
Não deixe apagar essa chama
que insiste em ficar acesa.

Mesmo em momentos sombrios,
mesmo em planos fracassados,
ainda que abandonado,
insista em sobreviver…

Lute…prossiga…caminhe…
em busca de um horizonte
que em algum lugar distante
ainda deve existir

O sonho é teu, ninguém rouba
não desista…siga em frente…
alimente em sua mente
onde pode e quer chegar.

E assim, de meta em meta,
de sonho em sonho alcançado,
você verá, deslumbrado
que sonho não tem final.

Que não se acaba, não morre,
e enquanto vive, ilumina a estrada do sonhador
e brilha ainda mais claro,
pra te mostrar sempre, o norte
e te deixar bem mais forte, pra não perder nos caminhos
a fé, a força, a esperança
e aumentar a confiança
na construção dos teus sonhos

Não tenha medo da vida,
nem tampouco, do futuro.
Enfrente…mesmo no escuro, se tiver que caminhar
pra realizar teu sonho,
pra encontrar teu caminho
pra chegar, mesmo sozinho,
onde pode…e quer…chegar..

———-o0o———-

SONO DE POETA (leni)

Mergulhado em seus poemas,
ele repousa…tranquilo…
com um semblante sereno,
de quem navega em seus sonhos,
ele dorme…docemente…

Como é triste a sua vida !
como palhaço, no palco,
representa noite e dia
semeando em seus poemas,
o seu mundo imaginário.

Ele dorme…deixe que o faça…
Não o perturbe, pois sonhando,
está em seu mundo ilusório
e nesse estágio, é feliz
e sua paz é completa.

Não o traga para a vida
pois é triste a realidade,
quando se é um poeta…

———-o0o———-