ETERNA ROSA DOS VENTOS ( LENI)

Cheiro de terra molhada…
O vento varrendo as folhas…
E sinos, sempre entoando um canto de liberdade,
num mosteiro solitário.

Chuva, caindo em prata no chão, coberto de folhas
Sol vermelho, se despedindo
do campo, em final de dia…

Aves, sempre em revoada,para encontrar seu descanso.
Terra, onde se brotam sonhos que se confudem com a lua…
Panorama de saudade da infância que me acompanha.

Eu, menina,pés descalços
sentindo a terra molhada, depois que a chuva caiu.
Nostalgia das lembranças com cheiro de liberdade…
desperta minha saudade…sacia meu coração.

Aguça tantas lembranças num mixto de sentimentos
que só tem, quem pisa aqui…
Quero me plantar na terra, montanhas e cachoeiras
e ficar a vida inteira entrelaçada com o vento
perpetuando os momentos desse mágico lugar.

Tudo por aqui, fascina…Toquinho, Amora, Menina
e a ternura da Nina e tudo o que aqui se cria
numa constante harmonia entre montanhas e vales.

A lua, é prata, incustrada nesse incrível firmamento
e a beleza pura e rara das tardes nas cachoeiras,
das noites, entre fogueiras romantizando os momentos.

Quero me perder nessa mata, com cheiro de hortelã
Ver o dia indo embora e o sol querendo ficar
Encontrar os vagalumes compensando a escuridão.

Descrever, não é possível…difícil de acreditar
Tudo isso é vida…é momento
Que só se entende, vivendo
na eterna ROSA DOS VENTOS.

Anúncios