PARA MEU NETO (leni)

Essa coisinha miúda, que atravessou meu caminho,
e chegou como uma estrela, com muita luz, tanto brilho!
Que vem com seu jeito próprio de ser feliz e viver…
É um raio de esperança
É tão feliz…é criança…
É como chuva fininha, que cai e acalma o calor.

Tem um rosto iluminado, que minhas mágoas espanta.
Enxuga minha tristeza, acende minha alegria,
nem percebe, mas, me encanta, quando fala, distraído,
quando me chama “vovó”.

Estou falando de sonho, de amor, de um mundo encantado.
Estou falando de vida, de um ser tão pequenininho,
que me inunda de alegria e faz feliz meu caminho.

Ele é minha estrela guia.
Ele é o sopro de vida que faltava em minha vida !
É o sonho que renasce, brotando na esperança desse rosto de criança,
que chegou sem avisar,
mas chegou na hora certa, alegrando meu caminho
Esse eterno passarinho, voando por trilha certa, eternizando meus sonhos
reavivando a esperança…

Não pede nada, só doa…só precisa ser amado
esse ser abençoado, que chegou para somar.
Fruto de amor, semeado, adubado com carinho,
chegou pra nos dar certeza que vale a pena sonhar.

Do amor, ele é o fruto…da “Luana”, o “bisunguinho”…
de todos nós, a alegria
e como ele mesmo se chama,
“Flavinho Siqueira Filhinho”

———-o0o———-

AMOR DE MÃE (leni)

O dia inda nem chegou…e o sol, tímido e escondido,
acompanha comovido, a caminhada diária
dessa mãe, que segue em frente, com seus filhos
pra batalha…da vida, do dia a dia.

Frio, calor vento ou chuva, e ela segue, guerreira
semeando a semente que a terra em breve dará.
Plantando frutas, legumes e tudo o que a terra aceita
pra depois, recompensada, se preparar pra colheita.

Semeia amor, muito sonho, esperança e confiança
no coração de seus filhos…
prepara a terra, ara o solo, e os filhos sempre por perto…
um, pequenino, no colo, os outros, passos incertos
caminham…seguindo o rastro dessa mulher destemida,
que com força, enfrenta a vida.

No calor, ela os protege do sol…da grande jornada;
No frio, aquece e prepara seus filhotes pra batalha.
E assim, com sol, frio ou chuva, segue em frente a brava Amália
mulher firme e corajosa, guerreira, em dias de paz, vitoriosa e capaz
de entregar a própria vida, pelo bem de seus amores.

O coração, transbordando de amor, de sonho e poesia,
segue sempre a doce Amália, que não fugiu da batalha!
Ao lado de seu amor, segue a vida docemente,
em busca de tantos sonhos, que planejou, vida afora…
uns, conquistou no caminho…
outros, ficaram esquecidos no coração da Amália, que não fugiu da batalha!

Mas o que ela mais queria e por isso lutou tanto…
era criar os seus filhos valentes,
como ela sonhou um dia
e chegar realizada, feliz e vitoriosa,
rodeada de carinho dos filhos que protegeu, amou e entregou pra vida
e hoje, adultos, seguiram os passos retos e firmes
dessa mulher valorosa, lutadora e destemida.

Esta é a tua história.
Esta é a tua vida.
Esse é o exemplo que fica de mãe…mulher…companheira.
Por isso, todos rendemos esta homenagem sincera
pra você, mulher guerreira…mãe de fibra e de coragem
que abriu difíceis caminhos pra lutar por suas crias.

Agora, aqui, compensada, voce sabe que chegou…
terminou a longa estrada.
Teus filhos estão mais fortes, vencedores e felizes
venceu tantos desafios…ultrapassou as barreiras,
levou uma vida inteira pra chegar onde chegou.

Chorou, sorriu e…sonhou!
e esperou pela colheita de tudo que semeou…
uva, algodão, frutas, sonhos, amor e muita esperança!
De tudo você colheu e hoje, realizada, você sabe que venceu!
No coração, levou sonhos, nos braços, o filho risonho,
na cabeça, feixes de lenha.

Os outros filhos, seguiam a longa e difícil estrada
da mãe, que tão conformada, cuidou de toda ninhada
do marido, e dos dez filhos que chegaram
e se abrigaram nas asas dessa guerreira.

Ultrapassou as barreiras…
levou uma vida inteira, pra chegar onde chegou.
Mas chegou fortalecida, no ponto alto da vida.
Comemore tua chegada…ela é justa e merecida…
comemore, sábia Amália!!
pois na guerra dos teus sonhos, você venceu a batalha !!

———-o0o———-