FEBRE DE AMOR ( leni )

Eu pensei que pudesse esquecer teu carinho
e nunca mais sentir dentro em mim, a ilusão
que nasceu e ora vive esmagando-me a vida
num constante sofrer, em meus olhos vazios.

Eu pensei que na vida outro alento encontrasse
e nunca mais voltasse a sentir o que sinto
e nunca mais sofresse por teu amor ingrato,
e por você, meu bem, eu nunca mais chorasse.

Eu pensei…e lutei…pois queria esquecer
o amor impossível que em mim despertara
e aos poucos crescera…e então, como espinho,
os meus sonhos de amor um a um, sufocara.

Mas eu não consegui afastar de meus sonhos
essa febre de amor que com fúria invadia
transtornando minh’alma, pensamento e vida
e não pude retê-la…e por ela morria.

Por esse amor sofrendo, vou seguindo sozinha
procurando consolo em meus olhos tristonhos
e voltarei chorando à minha triste estrada,
a andar, como sempre, em caminhos de sonhos…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s