MEUS FILHOS (Leni)

Eu pensei em fazer um poema de canto,
onde houvesse alegria, ternura, carinho e a tristeza não mais penetrasse com o pranto
em meus versos sem sonhos,  estrada sem caminho…

Eu queria escrever e falar de alegrias,
dessa brisa serena, imensa poesia,
que baila contente e  embala meu canto
e enfeita esta tarde de frio…tão triste…

Mas eu não conseguia achar um momento
onde a paz preenchia meus dias e sonhos
e falei de tristeza…ilusão…desamores,
relembrando somente momentos tristonhos

E em tamanha tristeza, imensa agonia,
já não via mais nada que acalentasse
meus dias e sonhos, meus versos e cantos
e essa chama de dor, de minh”alma apagasse…

Nessa dor incessante, cruel desencanto,
procurei um alento, um consolo, um descanso
e busquei entre as flores do jardim, um canto…

E lá estavam  vocês…doce olhar…riso manso
e seguindo esse rastro, encontrei esperança
e falei em vocês, meus encantos e amores
pra não dizer…enfim…que não falei de flores!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s